quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Auto sabotagem

Começo a acreditar naquilo que ouço de quem gosta de mim de verdade: Tu te boicota.

Percebo que em anos minha vida não teve nenhuma mudança radical. Eu mudei graças ao que mudou ao meu redor.

Eu permaneço.

Preciso de alguém que diga: Vai lá!

Aprendi a levar tudo com um pé atrás. E quando não levei acabei me arrependendo de não ter colocado um pé bem para trás.

E quando tentei ir com tudo, me entregar inteiramente as coisas e pessoas, sempre havia um braço alheio que me fazia manter a distância.

Eis que estou aqui... pronta para deixar de ser uma coadjuvante na história dos outros, mas sem saber como criar esse personagem de destaque.

Estou vivendo um monólogo. Eu comigo mesma, onde se há platéia, eu nem mesmo consigo enxergar de um palco tão alto onde me coloquei.

Cansei dessa "auto sacanagem"

Um comentário:

Gabizinha disse...

me senti dentro do teu texto.